“Evils in the Tropics”: Stories of the Foreign Traveler Johann Jacok Von Tschudi about the Diseases Among the First German Immigrants in the Espírito Santo’s Province (1860)

  • Sergio Luiz MARLOW State University of Espírito Santo - UFES (Brazil)
  • Sebastião PIMENTEL FRANCO State University of Espírito Santo - UFES (Brazil)
Keywords: Report, duiseases, immigrants, Johann von Tschudi, Espírito Santo

Abstract

The arrival of foreign immigrants, including Germans, to the province of Espírito Santo in the second half of the nineteenth century resulted in many severe economic, political, social and cultural difficulties regarding the occupation and the productive usage of the land Among many issues, there was also a great need for healthcare, especially for treatment of diseases and ailments. This article aims to analyze the main events of the "evils in the tropics" among German immigrants and their descendants in the early years of their arrival in the Espírito Santo, mostly on the basis of a report by Baron Johann Jakob von Tschudi, a representative of the Swiss Government, prepared when he visited the province in 1860.

Author Biographies

Sergio Luiz MARLOW, State University of Espírito Santo - UFES (Brazil)

Pós-doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas (PPGHIS) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP)

Sebastião PIMENTEL FRANCO, State University of Espírito Santo - UFES (Brazil)

Pós-doutor em História pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Docente do Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas (PPGHIS) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

References

FONTES PRIMÁRIAS
Tschudi, J.J. Von (2004). Viagem à província do Espírito Santo: imigração e colonização suíça 1860. Coleção Canaã, (5). Vitória: Arquivo Público do Estado do Espírito Santo.
BIBLIOGRAFIA
Chalhoub, S. (1996). Cidade febril: cortiços e epidemias na corte imperial. São Paulo: Companhia das Letras.

Dreher, M.N. (2012). O suíço Johann Jakob Von Tschudi (1818-1889) e suas leituras da América do Sul. Estudos Ibero-Americanos, (38).

Doro, N.M. (2012). As doenças na literatura dos viajantes. En: As doenças e os medos sociais. São Paulo: Editora Fap-Unifesp.

Edler, F.C. (2004). Opilação, hipoemia ou ancilostomíase? A sociologia de uma descoberta científica. Varia História, (32).

Franco, S.M.S. (2008). Peregrinas de outrora: viajantes latino-americanas no século XIX. Florianópolis: Editora Mulheres; Santa Cruz do Sul: Edunisc.

Franco, S.P. (2014). Pânico e terror: a presença da cólera na Província do Espírito Santo (1855-1856). Revista Almanack¸(7).

Hochmann, G. (2013). Prefácio. En: História da saúde e das doenças no interior da Bahia. Séculos XIX e XX. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Lisboa, K.M. (2013). Insalubridade, doenças e imigração: visões alemãs sobre o Brasil. Revista História, Ciência, Saúde. Manguinhos, (20).

Magalhães, S.M. (2014). Males do sertão: alimentação, saúde e doenças em Goiás no século XIX. Goiânia: Cânone Editorial.

Martins, L.A.P., Martins, R.A.M. (s.f.) Infecções e higiene antes da teoria microbiana: a história dos miasmas. Disponível em: http//:www.ghtc.usp.br/server/pdf/ram-miasmas-Sei-Am.pdf.

Ribeiro, M.M. (1997). A ciência dos trópicos: a arte médica no Brasil do século XVIII. São Paulo: Editora Hucitec.

Rocha, G. (2000). Imigração estrangeira no Espírito Santo: 1847-1896. Vitória.

Rocha, G. (2004). Prefácio. En: Viagem à província do Espírito Santo: imigração e colonização suíça 1860. Coleção Canaã, (5). Vitória: Arquivo Público do Estado do Espírito Santo.

Saletto, N. (1996). Trabalhadores nacionais e imigrantes no mercado de trabalho do Espírito Santo (1888-1930). Vitória: Edufes.

Seyferth, G. (1974). A colonização alemã no vale do Itajaí-Mirim. Porto Alegre: Editora Movimento.
Published
2018-12-31